Leia em português.
Read in English.

Link para esta página: http://lignea.MusicaErudita.com
Veja discos relacionados: www.MusicaErudita.com

Quarteto Lignea 2009

Quadrivium LIGNEA

Quarteto de viola pomposa, violino, clarinete e fagote

O grupo inaugurou suas atividades no Natal de 2007 para um recital na sede da Petrobrás em Brasília. Assumiu este nome na homenagem ao Villa-Lobos no Itamaraty em 2009, almejando levar música selecionada à humanidade sedenta de beleza. O forte desejo em divulgar o melhor da nova música instrumental brasileira incentiva o Quarteto LIGNEA a desenvolver projetos de intercâmbio em ações conjuntas com instituições internacionais. Entre os trabalhos anteriores, destacam-se os lançamentos de 4 CDs (de 2002 a 2010), entrevistas na TV Senado (2002 e 2008) e publicações de partituras e estreias de composições novas.

Inicialmente, o grupo lança o Concurso Nacional de Composição 2010, cujo projeto é gravar as obras vencedoras e divulgá-las na Europa em dezembro de 2010 com apoio do MRE, na Espanha, França, Áustria, Polônia, Hungria, Romênia, Itália. Todas as entidades de boa vontade estão convidadas a sugerirem ideias colaborativas para próximas atividades de intercâmbio cultural.

Para 2010, foram encomendadas obras a Harry Crowl e Zoltan Paulinyi, estreadas no Mosteiro de São Bento de Brasília em julho de 2011.

Contatos por e-mail: Quadrivium.Lignea@gmail.com (também Paulinyi@yahoo.com)

Endereço postal:

Zoltan Paulinyi
Caixa Postal 9540
Brasília - DF
CEP 70.040-976
BRASIL

 


Nosso profundo agradecimento aos patrocinadores!

 

Viola pomposaVIOLA POMPOSA

Instrumento pentacorde de afinação igual ao da viola de orquestra, acrescida da corda mi de violino.

 

INTÉRPRETES

Viola pomposa e violino:
Zoltan Paulinyi

 
 

Zoltan Paulinyi

http://www.Paulinyi.com

Zoltan Paulinyi é violinista da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (Brasília) desde o ano 2000, solista das violas em 2009; diretor artístico do Programa SPES de Intercâmbio Musical desde 2008. Natural de Belo Horizonte (1977), teve sua primeira apresentação na Casa da Ópera de Ouro Preto aos 8 anos na classe do Prof. Ricardo Giannetti. Frequentou dezenas de festivais e cursos brasileiros e europeus, tendo aulas com os violinistas Ruggiero Ricci, L. La Fosse, M. Comberti e composição com Oilliam Lanna (UFMG), Oscar Edelstein (Argentina) e Harry Crowl (UFPR). Recebeu o "Prêmio de Revelação do Ano 1998" (Imprensa - MG) e também a vitória no Concurso Nacional de Goiânia em 2002. Casou-se com Iracema em 2006, com quem desenvolve um intenso trabalho pedagógico de musicalização infantil. Algumas de suas composições foram registradas em CDs: Magyar (2002), Imagens (2008), Sonare (2009), e também transmitidas pela TV Senado (2008).

Violino: escola de Sanctus Seraphini
Viola pomposa: Carlos del Picchia 2006/2007, sobre modelo La Parmigiana de Guadagnini.

Violino:
Karla Oliveto

 

Karla Oliveto

karlaoliveto@yahoo.com.br

Mestre em Música pela Universidade de Brasília (UnB, 2007), sob orientação do Prof. Dr. Ricardo Freire. Na mesma instituição, concluiu os cursos de Bacharelado em Violino (1997), sob orientação da Profa. Ludmila Vinecka; de Licenciatura Plena em Música (2000) e de Especialização em Música de Câmera (2002). Iniciou seus estudos de violino em 1983, na Escola de Música de Brasília, onde obteve o título de Técnico em Instrumento, na classe da Profa. Marena Salles. Participou de diversos cursos de aperfeiçoamento no Brasil e, em 1993, em Portugal. Atuou como solista sob regência dos maestros Emílio de César e Elena Herrera. Integrou, dentre outras, a Orquestra Sinfônica de Matanzas (Cuba, 1996) como violinista convidada. Produziu e gravou os seguintes cds, como membro fundador de grupos de câmera: Rabeca Moderna (2002), para duo de violinos; Quinteto Amizade (2005), para quarteto de cordas e clarineta; Imagens (2007), para diversas formações camerísticas. Fundadora do jovem Quarteto Lignea e leciona violino na Escola de Música de Brasília.

Violino: suposto Justin Derazey, cerca de 1880.

Clarinete:
Felix Alonso

 

Félix Alonso

FelixAlonso75@gmail.com

Natural de Matanzas, Cuba, é Bacharel em clarineta pela Universidade de Brasília, sob a orientação do Prof. Dr. Ricardo Freire. Iniciou seus estudos de clarineta com o professor Roberto Medina Ríos, recebendo o título de instrumentista, professor de instrumento e de música de câmera na Escola Nacional de Música de Havana (1994). Com apenas 13 anos, interpretou o Concertino de Weber com a Orquestra Sinfônica de Matanzas, onde, mais tarde, assumiria o posto de primeiro clarinetista. Nos anos de 1989 e 1991, foi vencedor de dois prêmios no Concurso de Clarineta Amadeo Roldán, realizado em seu país. Foi solista sob a regência dos maestros Enrique Pérez Mesa, Juan Luis Gonzáles Delgado, Alberto Garcia, César Prado e Elena Herrera. Participou de duas turnês à Espanha (1994 e 1995), incluindo a gravação de dois discos. No Brasil, gravou os cds Quinteto Amizade (2005), para clarineta e quarteto de cordas; Brincadeira a Cinco (2006), para quinteto de sopros; Imagens (2007) e Vibrações Variantes (2009), para diversas formações camerísticas. Patrocinado pela Funarte e pela Petrobrás em 2006, excursionou por diversas cidades brasileiras, tocando e ministrando masterclasses. Atualmente, é professor de clarineta, banda e educação musical do Colégio CEUB e professor de clarineta da Escola de Música de Brasília.

Clarinete: Buffet Crampon.

Fagote:
Iracema Simon

Fotos por Rafaela Zakarewicz em 2009.

 

Iracema Simon

irinhasimon@gmail.com

Iracema Simon iniciou seus estudos musicais aos 7 anos de idade na Escola de Música de Brasília (EMB); fagote em 2004 com o professor Flávio Lopes, participando da 7a. Semana dos Sopros do CEP/EMB (Centro de Ensino Profissionalizante da Escola de Música de Brasília). Graduada pela Universidade de Brasília (UnB, 2008) onde atuou, de 2005 a 2007, no programa "Música para Crianças" sob coordenação do Prof. Dr. Ricardo Dourado Freire, no qual coordenou o núcleo de flauta-doce no período 2006-2007. Em 2006, iniciou oficialmente as atividades do Duo SPES, realizando apresentações semanais na Paróquia Mãe da Divina Misericórdia (Asa Norte, Brasília), totalizando uma média anual de 40 apresentações. Participou, em abril de 2008, da II Mostra de Música Antiga de Araripe (CE) e da mostra Lutheria Brasil em novembro de 2008 (Juazeiro do Norte, CE). Realizou turné europeia em 2008 e 2009, além de registrar músicas no CD Imagens 2008, os quais também foram divulgados por documentário da TV Senado (2008).

Fagote: construção de Hary Schweizer, número 34, feito em 2002.